Fé de ressurreição

Na recitação do Credo, afirmamos: “espero a ressurreição dos mortos e a vida do mundo que há de vir”. Mas será que vivemos para a ressurreição? Será que já vamos trilhando caminhos de ressurreição, pautando por ela as nossas atitudes, palavras, valores e comportamentos, ou deixamos isso para o fim da vida, vivendo na prática como se não houvesse ressurreição? Em que medida é que os ‘Novíssimos’ já condicionam e influenciam a nossa vida no seu dia-a-dia?

A força de um olhar

É o episódio de Zaqueu que, neste domingo, concentra a nossa atenção. Na verdade, só Jesus reparou naquele homenzinho, empoleirado numa árvore no meio da garotada lá da terra. E se mais alguém o viu, nem um sorriso irónico lhe mereceu tão estranho comportamento, dado que se tratava de alguém conhecido pela sua profissão de chefe de cobradores de impostos e, por isso mesmo, desprezado.

Escócia com Missão

Os Missionários Xaverianos acolheram os Espiritanos, em Coatbridge, para a reunião anual dos Coordenadores Europeus de Justiça, Paz e Integridade da Criação. Foi um encontro com muita partilha do que de bom se vai fazendo por essa Europa fora nestes âmbitos tão vitais para o mundo de hoje. Foi bom, em dias em que os media só falavam dos avanços e recuos da telenovela do Brexit, escutar os Relatórios.

Conversão Integral…

O Documento Final votado pelos Padres Sinodais em Roma, na conclusão de um mês de intenso trabalho no Sínodo para a Amazónia, pede que se rasguem quatro novos caminhos: de conversão pastoral, de conversão cultural, de conversão ecológica e de conversão sinodal. Em resumo, pede que todos abram o coração e as mentes para uma profunda conversão integral.