Missionário do Espírito Santo. Coordenador do gabinete de Justiça e Paz da Congregação, em Roma.

Lusofonia Espiritana

Todos, Padres ou Irmãos, estão preparados para anunciar o Evangelho em português. Mas, sobretudo, fizeram uma opção religiosa pelos mais pobres e estão disponíveis para a Missão lá onde for mais urgente e necessário. Vieram aqui dize-lo, sem rodeios, neste Capítulo Geral dos Espiritanos, a acontecer naquela que foi a porta de entrada dos Missionários na África oriental. A longa e estimulante história não nos permite viver de rendimentos nem parar. A Igreja tem de estar sempre em saída, com missionários sempre prontos a partir.

Os três Pentecostes em Bagamoyo

O XXI Capítulo Geral dos Espiritanos foi mais uma vítima da covid 19! Deveria ter acontecido na Polónia em junho de 2020. Foi sucessivamente adiado para o fim do ano e, mais tarde, para meados de 2021. Com a pandemia a não dar tréguas, o Conselho Geral mudou de lugar e data. Assim, abriria as portas em Bagamoyo, na Tanzânia, de forma discreta e ‘controlada’, a 2 de outubro, data da morte do fundador, P. Cláudio Poullart des Places.

Pentecostes especial… com o Cardeal Turkson

A Comunidade do Generalato Espiritano, em Roma é suficientemente grande para que o Pentecostes seja momento celebrativo por excelência. O Cardeal Peter Turkson, Prefeito do Dicastério do Desenvolvimento Humano Integral, respondeu ao convite e presidiu. Jogou em casa, tal a relação que mantém com os Espiritanos desde o Gana, seu país natal. Numa Missa cantada e rezada em muitas línguas, o Cardeal Turkson falou na coragem de anunciar o Evangelho até ao ponto de dar a vida, com a força do Espírito. E, mais tarde, a conversa recaiu sobre o Ano Laudato Si que desembocaria na Plataforma Laudato Si. Como o Papa Francisco pegou neste tema na Oração do ‘Regina Coelis’, voltarei ao assunto mais actual da Igreja.