Conversão Integral…

O Documento Final votado pelos Padres Sinodais em Roma, na conclusão de um mês de intenso trabalho no Sínodo para a Amazónia, pede que se rasguem quatro novos caminhos: de conversão pastoral, de conversão cultural, de conversão ecológica e de conversão sinodal. Em resumo, pede que todos abram o coração e as mentes para uma profunda conversão integral.

A Santa Dulce dos Pobres

Roma está a abarrotar de gente por muitas razões. É uma cidade grande, há muito que ver, os turistas chegam aos milhares…mas há duas razões a acrescentar: decorre o Sínodo sobre a Amazónia e houve cinco canonizações: quatro santas e um santo, naturais de Brasil, Inglaterra, Índia, Itália e Suíça. E, para esta festa – uma canonização de um santo é sempre uma festa enorme – vieram pessoas destes e doutros países para encherem por completo a Praça de S. Pedro e ruas limítrofes.

A Amazónia ‘invadiu’ Roma

A Amazónia montou a tenda em Roma. As penas e as pinturas faciais encheram a Cidade Eterna. Sim, vive-se intensamente este Sínodo sobre a Amazónia e há muitas pessoas que vieram do sul da América para participar neste evento. Uns como ‘padres sinodais’ ou ‘convidados’. Outros para estar nos muitos acontecimentos organizados durante as três semanas sinodais.

Amazónia, um pulmão a proteger

Nestes últimos tempos a Amazónia esteve no centro das atenções do mundo inteiro e não foi por boas razões. A preservação deste que é considerado um pulmão imprescindível para o mundo garantir a sua respiração presente e futura foi posta em causa com a divulgação de imagens reveladoras de um aumento anormal do fenómeno das queimadas e do desmatamento. Diga-se de passagem que houve também muito empolamento e aproveitamento político, a par de alguma desinformação, o que só serviu para complicar a procura de uma solução política que seja sustentável a longo prazo.

Os gritos da América Latina

Os Missionários Espiritanos que trabalham no sul da América Latina reuniram-se em S. Paulo para realizar um Simpósio. O objetivo era claro: avaliar a Missão que por cá se faz e rasgar caminhos de futuro. Partimos de uma questão essencial: ‘Podemos / devemos ser ‘Discípulos-Missionários’ Felizes, Ousados e Inspirados?’ Ao longo dos dias, apontaram-se algumas…

Da ponte pra cá… a vida é diferente

Na favela da Vila Prudente, ao longo destes cinco anos, já tinha visto um pouco de tudo. Porém, foi a primeira vez (espero que seja a última) que presenciei dois corpos velados, cercados de um mar de gente na nossa Igreja, no coração da favela durante a Quaresma, em plena Campanha da Fraternidade, cujo tema é Fraternidade e Superação da Violência. Pessoalmente, fiquei sem chão e vocês entenderão o porquê ao longo do texto.