Missão Espiritana na Bolívia

A Bolívia Espiritana é fruto do jubileu dos 300 anos da Congregação. Em 2003, a União das Circunscrições da América Latina (UCAL) decidiu avançar para Santa Cruz de la Sierra, ali fundando a primeira comunidade Espiritana neste país pobre da América Latina sem mar. Tudo começou nas periferias da cidade, na Paróquia de San Juan Bautista, onde se encontra a grande prisão de Palmasola, visitada pelo Papa Francisco. Em 2012, a Paróquia desmembrou-se e nasceu a de Maria de Nazareth. Os Espiritanos acabariam por aceitar, em 2014, o desafio de Buenavista, uma antiga Missão dos jesuítas que tem cerca de 40 comunidades. Ali trabalham o P. Márcio Asseiro e o Diácono André Azevedo.

40 anos de Missão na Ásia

Os Espiritanos já tinham trabalhado na Ásia, nos séculos XVIII e XIX. Mas, há 40 anos atrás, decidiram voltar-se novamente para aquele continente, aceitando o convite a trabalhar com minorias marginalizadas no Paquistão. Há 20 anos partiram para Taiwan e Filipinas. Há 10, para o Vietname, e depois para a Índia. 2017 foi repleto de aniversários nesta nova aventura missionária.