Outubro Missionário 2022

“Sereis minhas testemunhas” (Act 1, 8). Estas palavras encontram-se no último colóquio de Jesus ressuscitado com os seus discípulos, antes de subir ao Céu, como se descreve nos Atos dos Apóstolos: «Recebereis a força do Espírito Santo, que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, por toda a Judeia e Samaria e até aos confins do mundo» (1, 8). E constituem também o tema do Dia Mundial das Missões de 2022, que, como sempre, nos ajuda a viver o facto de a Igreja ser, por sua natureza, missionária.

Ação Missionária – Julho 2022

O P. Pedro Fernandes, provincial dos Espiritanos em Portugal, viajou até Moçambique, onde dedicou largos anos da sua vida missionária, para participar no Capítulo do jovem grupo missionário que iniciou a sua presença naquele país há pouco mais de 25 anos. Ainda com os pés em Moçambique, partilha com os nossos leitores o quadro de luzes e sombras onde a Igreja Missionária continua a trabalhar.

Ação Missionária – Abril 2022

Em plena Quaresma, o mundo assiste ao êxodo massivo, sobretudo de mulheres e crianças, que fogem dos horrores da guerra na Urcânia. No meio deste deserto humano tão gelado, assistimos, um pouco por todo o lado, a uma verdadeira “frente de batalha solidária” que contrasta com o sem-sentido desta guerra (e de qualquer uma das outras que hoje assolam a humanidade). Nesta edição viajámos até à Polónia, onde os espiritanos acabaram de completar cem anos de presença. Tendo vivido, na sua história, os dramas da guerra e da opressão de um regime autocrático, são agora desafiados a abrir as portas e o coração a uma enorme vaga de refugiados.

Ação Missionária – Março 2022

‘Vamos sonhar juntos’ foi o lema da Assembleia dos Espiritanos na Província do Brasil.
O sonho permite ler o futuro, mas é preciso depois acordar e intervir. O Brasil tem gente boa, com fé, alegria e coragem. É um país rico que não se resume a futebol e samba, mas trabalha muito por um futuro digno. Foi com esta fé e compromisso que se concluiu a Assembleia, numa cerimónia de envio em que cada um levou um envelope com sementes. A colheita virá mais tarde, mas, com a inspiração do Espírito e o trabalho de todos, após a sementeira virão os frutos. Haverá mais ordem e progresso (como diz a bandeira), mas sobretudo justiça, paz e fraternidade.