Alegres na Esperança

150 anos de Missão em Portugal

Ver álbum

Em Portugal desde 1867

A primeira comunidade da Congregação em Portugal é inaugurada, em Santarém, a 3 de Novembro de 1867. É formada por dois Padres e dois estudantes franceses. Com esta casa pretendia-se a formação de missionários para Angola. Por vários motivos, abandona-se o seminário de Santarém e assume-se uma nova obra em Gibraltar. Em 1872, por não corresponder aos seus objectivos, abandona-se o Colégio de Gibraltar e funda-se uma nova comunidade em Braga. Aos poucos a Província vai-se desenvolvendo e novas comunidades surgem: Sintra, Lisboa, Ponta Delgada. Só em 1901 é que a Congregação é oficialmente aprovada em Portugal, com sede em Lisboa. 

Em 1910, com a proclamação da República, dá-se a supressão e expropriação dos bens de todas as Congregações religiosas. Todas as nossas casas foram espoliadas, excepto a da Procuradoria das Missões, em Lisboa. Muitos procuram refúgio em Zamora, onde se abre uma escola apostólica.

Em 1919, o P. Moisés Alves de Pinho é nomeado Provincial de Portugal e encarregado de restaurar a Província Portuguesa. Esta magnífica obra de restauração terá Braga como ponto de partida. A 2 de Fevereiro de 1921, é erecta canonicamente a Província de Portugal.

Será uma fase de progressiva expansão e de surgimento de novas vocações e comunidades: Viana do Castelo, Régua, Porto, Silva (Barcelos), Coimbra, Torre d'Aguilha (S. Domingos de Rana)...

Fruto do desenvolvimento da Província Portuguesa e do trabalho de vários Padres e Irmãos de Portugal surgirá, em 1969, a Província de Espanha. Alguns anos mais tarde, 1982, é fundado no Brasil o distrito de Brasil Sudeste, formado por confrades de origem portuguesa.

Pentecostes jubilar em Braga

Em Ano Jubilar dos 150 anos de presença em Portugal, os Espiritanos no norte do país também celebraram o Pentecostes de forma solene, em comunhão com a Igreja local, muitos amigos e membros da família espiritana. O local escolhido, foi o Seminário de Nossa Senhora da Conceição, a...

Assembleia Diocesana do Porto

A LIAM da região do Porto realizou a sua Assembleia em Alfena - Valongo, celebrando os jubileus dos Espiritanos em Portugal e da LIAM.

Nos passos dos fundadores

Os espiritanos em Lisboa, S. Domingos de Rana e Coimbra rumaram até Santarém, onde os espiritanos deram os primeiros passos no nosso país.

Um Pentecostes cheio de Missão

O Seminário da Torre da Aguilha vestiu-se de festa neste Pentecostes. Foi um Pentecostes Jubilar porque integrado na celebração dos 150 anos do início da Missão dos Espiritanos em Portugal. Ali se encontrava toda a diversidade da Família Espiritana: Padres, Irmãos, Irmãs, Leigos...

在望德中要喜樂 (Alegres na Esperança)

Retiro de Silêncio da região sul dos Jovens Sem Fronteiras, no Seminário da Torre d'Aguilha, com o tema "Alegres na Esperança" (Rom 12, 12), ou 在望德中要喜樂

Celebração Jubilar no Fundão

A celebração do Jubileu dos 150 anos da chegada dos Espiritanos a Portugal mereceu o desafio de D. Manuel Felício para que a Diocese da Guarda não ficasse de fora. Dali partiram 117 Espiritanos para a Missão, dos quais 8 ainda vivem, estando um nas periferias do Rio de Janeiro,...

150 anos de maravilhas

V Jornadas de Espiritualidade Missionária Espiritana, em Fátima

Renúncia Quaresmal de Lamego apoia Missão Espiritana

Na sua mensagem de Quaresma, D. António Couto apresentou o destino da Caridade quaresmal da Diocese: uma parte para o Fundo Solidário Diocesano e outra para apoiar a missão espiritana na Bolívia em Moçambique

Mês Espiritano: comunhão e missão

No dia 2 de fevereiro, os espiritanos celebram um dos seus fundadores: o P. Libermann. Em Portugal, o dia foi de encontro e reflexão, celebrando também o 100º aniversário do Ir. Tomás. Dias mais tarde, em Angola, o jovem espiritano João Paulo Freitas foi ordenado diácono. No...

100 anos de histórias, com Deus "sempre presente"

No seu 100º aniversário, o Ir. Tomás fala à Arquidiocese de Braga sobre o seu percurso como espiritano, sem deixar de falar no futuro.