Justiça e Paz

Rubrica mensal do jornal "Ação Missionária" assinada por vários autores

Justiça e paz sem Deus

Um mundo que se envergonha de Deus, não pode ser justo, nem gozar a verdadeira paz.

Que fizeste do teu irmão?

"O doente e o incapacitado não deixaram de ter força, nem braços, nem voz, muito menos direitos e, sobretudo, necessidades."

Amigo dos pobres, inimigo da pobreza

Falar ou gostar de falar muito sobre a pobreza, fazer conferências, investigar e fazer dissertações sobre a pobreza sem odiá-la, equivale a amar a pobreza e odiar os pobres.

Queremos ser solidários ou chega lamentarmo-nos?

Mais do que lamentarmo-nos, precisamos de (continuar a) lançar mãos à obra. Cada um/a de nós, pode desencadear à sua volta, junto da sua paróquia, movimento, instituto religioso, o impulso para acolher uma família e ajudá-la a recomeçar a sua vida.

Imigrantes e refugiados

Nós, espiritanos, sentimos necessidade de agir concertadamente perante o desafio dos refugiados.

A crise dos refugiados: a nossa crise

A crise não é só dos que se viram obrigados a fugir da sua terra, mas também de quem os recebe – é uma crise global.

Recomeçar, de novo e melhor

No dia 13 de outubro comemora-se o Dia Internacional para a Redução de Catástrofes. Uma das prioridades de ação saídas da 3ª Conferência Internacional para a Redução do Risco de Desastres é o princípio de construir de novo e melhor ("Build Back Better").

O desafio do Acolhimento

Acolher é receber o irmão e dar-lhe vida. Cada migrante leva consigo uma história de vida que só é compreensível na medida em que for acolhido.

Valores culturais como alicerces de Justiça e Paz

«Um povo que se desliga da sua língua perde algo de essencial na sua cosmovisão e jamais conseguirá ver tudo a partir da mesma ótica.»

O perigo da história única

O papel das comunicações sociais na justiça e na paz