História da Província Portuguesa

"O melhor da história é ser vivida. Mas também é bom que seja contada, com dedicação e apuro. E isto tanto vale para a biografia como para a história institucional, em que tantos percursos se cruzam, de pessoas e grupos, unidos por ideais e projectos. [...]

A história carismática e institucional da Congregação do Espírito Santo não se vive nem relata com a adição sucessiva de datas, fundações e empresas, geralmente falando. Ela inclui necessariamente o legado das vidas concretas desta e daquela pessoa, desta e daquela circunstância, onde, por vezes, se jogou um futuro próximo ou distante que bem pode ter sido essencial.

O grande mérito de obras como a História da Província Portuguesa, que o Padre Adélio Torres Neiva lega à sua congregação e a todos nós, reside precisa- mente aqui. Pacientemente, caso a caso, nome a nome e linha a linha, ele compôs um quadro largo e mais que secular onde faltarão muito poucos matizes para a coloração conjunta da obra realizada pelos seus irmãos de carisma e vida."

D. Manuel Clemente, no Prefácio