Uma cultura de “perdão e encontro”

«Os jovens são a esperança da Igreja, no seu caminhar e nos seus passos advínhamos os de Jesus, Mensageiro da Paz, Aquele que nos trás as boas noticias». Que grande desafio temos em mãos!

Na recente visita apostólica à Colômbia, a vigésima do seu pontificado, o Papa Francisco reuniu-se com milhares de jovens em Bogotá.

Da varanda do Paço Episcopal afirmou que ali vinha para “aprender” com os jovens e pediu-lhes para “ensinarem a cultura do perdão e do encontro aos adultos”:

«Vós podeis ensinar-nos, aos adultos, que a cultura do encontro não é pensar, viver, nem reagir todos do mesmo modo – não, não é isto; a cultura do encontro é saber que para lá das nossas diferenças todos fazemos parte de algo grande que nos une e nos transcende», sustentou Francisco para afirmar outra qualidade dos jovens: “A capacidade do perdão”:

“Ensinai-nos a capacidade de perdoar. É uma ajuda que eu vos peço. Para nos transmitirem a jovem esperança que vós tendes, essa esperança que está sempre pronta para dar aos outros uma segunda oportunidade”, pediu o Papa.

No final do encontro o papa argentino deixou um desafio: «Não tenham medo do futuro! Atrevei-vos a sonhar em grande! Convido-vos hoje a este sonho grande. Por favor não se contentem com o «rame rame», não tenham voos baixos, voem alto e sonhem grande».

No novo ano que se inicia, no regresso à rotina, às escolas ou aos trabalhos, somos convidados a “voar alto e a sonhar grande”.

Dar testemunho, ser testemunho, implica percecionar o dia-a-dia sempre como uma nova oportunidade de ser lugar de perdão e de encontro para aqueles que nos rodeiam tendo a coragem de seguir por caminhos nunca percorridos criando novos trilhos para uma sociedade mais justa, fraterna e solidária.

Em mês de Missões, Francisco volta a provocar-nos e pede que tenhamos a coragem de ser “a esperança da missão”, sendo, diariamente “caminheiros da fé” não nos deixando enredar pelo «rame rame» que nos leva às rotinas e não permite que exploremos este potencial quase ilimitado que Jesus coloca em cada nova vida humana!

«Os jovens são a esperança da Igreja, no seu caminhar e nos seus passos advínhamos os de Jesus, Mensageiro da Paz, Aquele que nos trás as boas noticias». Que grande desafio temos em mãos!

Últimas

O pão da esperança

29º Domingo do Tempo Comum. O Dia Mundial das Missões que hoje celebramos é ocasião propícia para...

Nossa Senhora do Caminho

Foi pelas pantufas da Irmã Lúcia que cheguei às chuteiras do Nuno Gomes. Mas o que é que uma coisa...

Educar na fé

20. A história do Beato Daniel Brottier, contada pelo P. Agostinho Tavares.

O banquete

O nosso jeito de celebrar os acontecimentos mais importantes da nossa vida pessoal, familiar e...

Outubro missionário

A mensagem do Santo Padre para o Dia Mundial das Missões tem como tema “A Missão no coração da fé...

Com Maria, Missão de Paz

Este Guião Missionário vai pôr o nosso coração a bater ao ritmo do coração da Deus e da Igreja que o...