Onde está o teu coração?

Concordo com o Papa: "uma pessoa que não está convencida, entusiasmada, segura, enamorada, não convence ninguém". Em tempo de Natal, falo mais de festas, presentes, família ou falo de Jesus?

Querido Pai que estás no céu, na terra… 

Estes dias, numa eucaristia, chamou-me a atenção esta frase: “Os sábios resplandecerão como a luz do firmamento e os que tiverem ensinado a muitos o caminho da justiça brilharão como estrelas por toda a eternidade”. Ser cristão é assumir de verdade o risco de viver de acordo com a Tua palavra e mandamentos. Olho para mim, e muitas vezes sinto que nós, os “amigos” de Jesus, os seus seguidores, os cristãos de hoje, nos envergonhamos do dom recebido. Será que temos receio de viver segundo a lógica do AMOR? Será que temos fé?

Há 2 anos, num daqueles programas de entretenimento na TV, “The Voice Italy”, apareceu uma Irmã religiosa, Irmã Cristina, com 25 anos de idade. Não, não era uma irmã a brincar, mas bem verdadeira! Após a surpresa inicial, uma pergunta era inevitável: por quê participar neste programa? A sua resposta foi profunda: “se tenho um dom, devo partilhá-lo”. Mas não se tratava apenas de um “talento” para cantar! Ao longo do programa até a final, com a sua “alegria” e “energia incrível”, pode ser, em plena Tv, uma verdadeira missionária evangelizando, como alguém que sai de si, ultrapassa os muros do convento, e vai ao encontro dos outros mostrando, cantando, o Teu amor de Pai.  

É verdade, querido Pai, muitos não entendem a vida e opção desta irmã, como não entendem a nossa vida de cristãos. Parecemos figuras ultrapassadas, tradicionalistas, gente que não sabe aproveitar a vida, que vive na ilusão…

O Papa Francisco diz-nos: “Não se pode perseverar numa evangelização cheia de ardor, se não se está convencido, por experiência própria, que não é a mesma coisa ter conhecido Jesus ou não O conhecer, não é a mesma coisa caminhar com Ele ou caminhar tacteando, não é a mesma coisa poder escutá-Lo ou ignorar a sua Palavra, não é a mesma coisa poder contemplá-Lo, adorá-Lo, descansar n’Ele ou não o poder fazer”. (EG, 266)

Concordo também com o Papa: “uma pessoa que não está convencida, entusiasmada, segura, enamorada, não convence ninguém”. Em tempo de Natal, falo mais de festas, presentes, família ou falo de JESUS? Abre o teu coração e deixa que Jesus nasça em ti e te transforme.

Últimas

Férias culturais

No período de férias proponho um passeio cultural com a família à Villa Romana de Pisões, situada na...

Deus desconcertante

19º Domingo do Tempo Comum. É importante que, num tempo em que somos constantemente bombardeados por...

É proibido reclamar

Este foi um dos últimos pedidos do Papa Francisco quando iniciou as suas férias de verão.

Bem-vindos ao Planalto

Ouvi estas palavras há precisamente 20 anos. O planalto é o angolano. Zona fértil, que se eleva a...

Remédio para o stress

17º Domingo do Tempo Comum. Neste tempo de férias, a grande preocupação é descansar, é aliviar do...