BENTO XVI: Conversas finais

Numa entrevista ao jornalista alemão Peter Seewald, o Papa Bento começa a sua história pelo fim: conta como decidiu resignar e como enfrentou esta situação nova na história da Igreja.

É uma obra única, pois Bento XVI é o único Papa que deixou o cargo ainda em vida nos últimos mil anos. Só por isso já merecia atenção, mas há outras razões mais importantes para ser obra de referência.

Numa entrevista ao jornalista alemão Peter Seewald, o Papa Bento começa a sua história pelo fim: conta como decidiu resignar e como enfrentou esta situação nova na história da Igreja. Partilha a sua alegria por ter o Papa Francisco como excelente sucessor, defendendo as mudanças de atitude e estilo que ele trouxe à Igreja. Emocionou-se ao falar da sua despedida como Papa na Quarta-feira de Cinzas e no voo de helicóptero que o levou a Castelgandolfo. Mostra-se sereno e feliz no ‘convento’ do Vaticano onde se encontra a rezar pela Igreja, acompanhando o que se passa e a missão do seu sucessor.

Depois, conta a história da sua infância e adolescência, a dor que foi viver sob o regime nazi, a fome durante a guerra, as motivações que o levaram a ser Padre. A Teologia sempre o seduziu e aí está a raiz do seu sucesso como teólogo. Os tempos do Concílio foram de excelência e o seu prestígio académico nunca parou de subir.

Nomeado Bispo muito jovem, acabaria em Roma a convite do Papa João Paulo II de quem seria braço direito e, mais tarde, inesperado sucessor. As últimas 50 páginas são de resposta a perguntas mais ou menos difíceis sobre o seu Papado. Uma leitura a não perder!

Publicações Dom Quixote / Leya

Últimas

Católicos, mesmo?

A verdadeira ‘aldeia global’ é-nos proposta por Deus sob a forma de “casa de oração”, pois é pela...

Férias culturais

No período de férias proponho um passeio cultural com a família à Villa Romana de Pisões, situada na...

Deus desconcertante

19º Domingo do Tempo Comum. É importante que, num tempo em que somos constantemente bombardeados por...

É proibido reclamar

Este foi um dos últimos pedidos do Papa Francisco quando iniciou as suas férias de verão.

Bem-vindos ao Planalto

Ouvi estas palavras há precisamente 20 anos. O planalto é o angolano. Zona fértil, que se eleva a...