Aqui se aprofunda a fé e a vocação

A Missão da Igreja passa necessariamente pelo aprofundamento da fé e da vida espiritual. Nesse sentido, os Missionários Espiritanos em Portugal criaram, há quase 20 anos, o Centro Espírito Santo e Missão (CESM). Localizado no Seminário da Silva, em Barcelos, oferece ambiente e propostas de formação e aprofundamento.

O CESM pretende ser um espaço de aprofundamento da fé e da vida espiritual, privilegiando a atenção à ação do Espírito Santo, numa perspetiva de comunhão eclesial e de Missão.

Criado em 1997, O CESM completa no próximo ano 20 anos de existência. E o Seminário da Silva, onde está localizado atualmente, celebra 80 anos de vida. Este centro visa, antes de mais, proporcionar aos leigos em geral, e particularmente aos membros dos vários ramos da Família Espiritana (LIAM, Leigos Associados Espiritanos, JSF, Fraternidades Espiritanas, MOMIP, ASES), um aprofundamento espiritual da vocação a que cada um é chamado, bem como uma formação contínua no plano da fé e da dedicação à Missão. Cada ano aqui acontece um retiro para os Espiritanos professos, para as Fraternidades Espiritanas, para os Jovens sem Fronteiras do Minho, para a LIAM e para os jovens espiritanos em Formação, para além da reciclagem provincial do Natal e a festa das profissões religiosas no dia 8 de Setembro.

Propostas na área da espiritualidade

Faz parte dos objetivos do CESM abrir seus espaços para jornadas de encontro e/ou retiros de movimentos eclesiais de leigos, de sacerdotes e religiosos/as e de grupos paroquiais. Eventualmente, o CESM pode assegurar a animação destas e outras atividades. Pode, de igual modo, oferecer acompanhamento espiritual, num clima de silêncio e interiorização, que permita encontro com Deus e consigo próprio; acolher sacerdotes, religiosos/as e leigos que desejem beneficiar de um tempo de descanso e retempero espiritual e famílias que desejam usufruir de um ambiente de tranquilidade e espiritualidade, por um breve período de tempo. 

O CESM, cada ano, faz propostas na área da Espiritualidade Católica - retiros para jovens, casais, pessoas a «atravessar a provação» e recoleções do Advento, Quaresma e Pentecostes - e leva a efeito, em fins de semana, iniciativas na área da formação e consciência critica, com temáticas específicas. Estas iniciativas estão abertas aos membros da Família Espiritana, a outras comunidades religiosas e aos leigos em geral.

A atitude do CESM tem sido de total abertura à participação e colaboração com a Igreja local em que estamos inseridos, isto é, no Arciprestado de Barcelos. É frequente a vinda de grupos de crismandos para aqui fazer uma preparação mais próxima para a celebração do sacramento do Crisma; igualmente o “dia de espiritualidade” para todos os catequistas, promovido pela equipa de catequese arciprestal (ECA). Renovamento Carismático, movimento dos “Convívios fraternos”, clero de Viana do Castelo, grupo de acólitos, escuteiros, jovens de Seminários diocesanos, grupos da Ação Católica e Legião de Maria, “Ordem Franciscana Secular”, colégio de La Salle… foram outras presenças no CESM, ao longo do ano, com diversas formas de ocupação.

Novas iniciativas

Três iniciativas novas mereceram particular acolhimento no ano pastoral que está decorrer. A primeira foi o «Magusto missionário», a nível da região do Minho e que congregou 600 pessoas. Realizou-se pela primeira vez neste formato e excedeu todas as expetativas, constituindo uma grande jornada missionária de conscientização, de solidariedade, de fraternidade e de convívio, da Família Missionária Espiritana e não só. Foi uma excelente resposta à solicitação do Bispo diocesano que, por estar a Arquidiocese de Braga a celebrar um ano missionário, o Ano da Fé Anunciada, pediu especial empenho dos Espiritanos no despertar e consolidar da consciência missionária das pessoas e comunidades cristãs. 

No mesmo sentido foi organizado um curso de Missiologia «Formar para a Missão», dividido por 10 módulos, que decorreu de Janeiro a Junho, em ritmo quinzenal, e que contou com 25 participantes.

Por ser o Ano da Misericórdia uma iniciativa que suscitou curiosidade e participação foi o «Sábado de caminho misericordioso». No 2 º sábado de cada mês, depois da oração da manhã e uma reflexão inicial no CESM, cada participante recebe o seu “almoço de peregrino” e alguns subsídios de reflexão e parte para um destino que poderá ser um santuário da região ou uma instituição de solidariedade social, como foi o caso da visita à Casa de Saúde dos Irmãos de S. João de Deus. A jornada termina com a celebração da Eucaristia.

As tertúlias do ciclo «Missão na praça» estão já no seu terceiro ano de realização. As quatro realizadas neste ano pastoral, com uma participação média de 80 pessoas, abordaram os seguintes temas: «Missão sempre e em todas as frentes» em Outubro; «A fragilidade reclama cuidado e misericórdia» em Novembro; «Proteger a terra, amar os pobres, cuidar da natureza – a propósito da encíclica “Laudato Sí”» em Fevereiro e, finalmente, «estive preso! Vieste visitar-me?» em Abril. 

Espaço propício à meditação

A localização da Casa da Silva tem características que a tornam particularmente atractiva: sossego, espaço verde de grandes dimensões, onde existe um jardim com chafariz, um caramanchão de camélias, a verdura de uma mata de austrálias e carvalhos, um refrescante lago, uma enorme área com diferentes árvores de fruta, muitas camélias… e um belíssimo e amplo panorama sobre o chamado “vale do Tamel”. Talvez este cenário pudesse, por um lado, motivar pequenos grupos ou famílias que queiram fazer uma estadia de retemperante repouso e, por outro, justifique o crescente aumento de pedidos de ocupação da casa por parte de grupos, de matriz não católica, que privilegiam o silêncio, a meditação e o contacto com a natureza. 

O CESM, como obra dos Missionários Espiritanos, em Portugal, está assim ao serviço da missão através de actividades que têm com objectivo primeiro a promoção de um laicado comprometido e responsável e o despertar do sentido da missão universal, da justiça e da fraternidade entre os povos.

 

2.327

Número de pessoas que, desde Setembro de 2015, passaram pelo CESM. A grande maioria de presenças refere-se a grupos que fazem ocupação de fim de semana para um tempo de espiritualidade e formação. Mas há também quem ocupe, em grupo maior um menor, ou até individualmente, um período de 5 ou 6 dias. Há grupos que permanecem apenas 1 dia e há ainda pessoas que participam, pontualmente, em cursos de formação ou tertúlias, no fim de um dia. O número referido inclui a presença de 600 pessoas no Magusto Missionário da região Minho, em Novembro.

Últimas

Missão em Agosto

P. Miguel Ribeiro e Inês Prata falam à Agência Ecclesia sobre as atividades de verão dos Jovens Sem...

Católicos, mesmo?

A verdadeira ‘aldeia global’ é-nos proposta por Deus sob a forma de “casa de oração”, pois é pela...

Férias culturais

No período de férias proponho um passeio cultural com a família à Villa Romana de Pisões, situada na...

Deus desconcertante

19º Domingo do Tempo Comum. É importante que, num tempo em que somos constantemente bombardeados por...

É proibido reclamar

Este foi um dos últimos pedidos do Papa Francisco quando iniciou as suas férias de verão.

Bem-vindos ao Planalto

Ouvi estas palavras há precisamente 20 anos. O planalto é o angolano. Zona fértil, que se eleva a...