Anita vai ao retiro

Testemunho de uma Jovem Sem Fronteiras em retiro pela primeira vez.

No primeiro fim de semana de Abril tive a oportunidade de me encontrar com os Jovens Sem Fronteiras da Região Douro em retiro espiritual na Casa Oásis em Ermesinde. 

Para uma “caloira” que procurava exatamente abstrair-se, durante uns dias, do seu quotidiano refletindo e encontrando-se com Deus num tempo pessoal, foi uma experiência inesquecível.

Sob o Tema “Alegres na Esperança” deixei-me levar pelo ambiente familiar e de boa disposição presente naquela casa onde pude aprender e crescer na minha Fé.

Sem obviamente esquecer os deliciosos cozinhados das acolhedoras senhoras, senti-me neste retiro, não só saciada, como também completa por descobrir melhor o meu amor por Deus após uma reflexão interior sobre várias questões.

“Deus não está morto”, é certo! E tendo nós consciência do significado destas palavras sabemos perfeitamente que Ele está sempre connosco permanecendo por inteiro nos nossos corações. Devemos acolher a vida como se fosse um dom. Um dom recebido com gratidão de modo a não nos deixarmos vencer pelo mal, mas sim, vencermos o mal com o bem. Considero isto, portanto, enquanto participante deste incrível “projeto”, o que mais se destacou para mim depois de uma longa reflexão.

Voltei de coração cheio, com memórias maravilhosas e com uma enorme vontade de regressar.

Últimas

Sabor a injustiça?

Como é que podemos trocar o sabor a injustiça pelo sabor e cheiro a misericórdia?

O (mais) perfeito dom

Jesus fala-nos do ‘perdão do coração’. Esse é que é o perdão por excelência, o dom perfeito. É na...

Bispo simples e próximo

A Família Espiritana une-se à Diocese do Porto e à família do D. António Santos, que partiu, esta...

Outra vez o jumento?!

"É tempo de férias, estar com a família e descansar, que seja também tempo para louvar e agradecer,...

Vidas alheias?

Passar do alheamento reinante a uma atitude de atenção, de proximidade, de solidariedade e de...