"Alegres na Esperança"

Os Missionários do Espírito Santo deram início ao jubileu dos 150 anos de presença em Portugal em dia de profissões religiosas. A celebração prolonga-se até novembro do próximo ano.

Veja mais fotos aqui (facebook)

Os Missionários do Espírito Santo em Portugal estão em festa. Foi a 3 de novembro de 1867 que implantaram a primeira comunidade no país. São 150 anos de história fecunda que importa celebrar. Tal como nos convidava o Papa Francisco no Ano da Vida Consagrada, esta é, para os espiritanos, uma ocasião propícia para “olhar com gratidão o passado”, “viver com paixão o presente” e “abraçar com esperança o futuro”.

Profissões religiosas

O dia 8 de setembro foi a data escolhida para a abertura do jubileu. É uma data significativa para os espiritanos portugueses: é o dia em que habitualmente se fazem – e também se recordam – as profissões religiosas, que definem a identidade de cada espiritano. Os jovens Atanásio Tavares e Bernardino Semedo, do grupo de Cabo Verde, terminado o seu noviciado em França, fizeram a sua Profissão Religiosa. O jovem Ricardo Azevedo, da província portuguesa, fez o seu compromisso definitivo pela vida consagrada, na Congregação do Espírito Santo. Foi ocasião também para celebrar os aniversários de profissão, sobretudo o daqueles que celebram o jubileu de 50 e 75 anos de profissão e 50 e 60 anos de ordenação sacerdotal. O Seminário da Silva, que em 2017 celebra 80 anos, e onde funciona o Centro Espírito Santo e Missão, acolheu a abertura do jubileu.

Duplo jubileu

A história dos espiritanos em Portugal está diretamente ligada com a história dos espiritanos em Angola, que celebraram já este ano os seus 150 anos. E foi precisamente para responder à necessidade de evangelização de Angola que os espiritanos se implantaram em Portugal, procurando recrutar missionários para aquele território lusófono. E para lá que, durante 75 anos, se dirigiram praticamente todos os espiritanos portugueses. Foi particularmente significativo que, nesta ocasião duplamente jubilar, dois grupos de leigos espiritanos partiram para Angola, durante o verão, em voluntariado missionário. Um grupo de Jovens Sem Fronteiras partiu para Kalandula, em Malanje, e um grupo de leigos pertencentes à Liga Intensificadora da Ação Missionária (LIAM) e ao Movimento Missionário de Professores (MOMIP) partiu para o Munhino, no Lubango.

Cerimónia de abertura

Embalada pelo lema escolhido para o jubileu, “Alegres na Esperança” (Rom. 12, 12), a celebração foi marcada por um ritmo de alegria e comunhão. Os gestos escolhidos, simples e profundos, ajudaram a viver e interiorizar o momento. Como manda a escritura, fez-se ressoar o som da trombeta, e o Superior Provincial, o P. Tony Neves, proclamou solenemente a abertura do jubileu dos 150 anos da fundação dos Missionários do Espírito Santo em Portugal.

Entoando o hino do jubileu, composto pelo P. João David, missionário espiritano a trabalhar no México, a assembleia saiu em caminhada para o jardim. Aí, foi plantada uma Gingko biloba, a árvore escolhida como um símbolo vivo do jubileu. Sinal de vida, transformação e longevidade, esta árvore é também conhecida como ícone botânico da paz e da esperança, por ter sobrevivido às explosões atómicas no Japão. Uma árvore foi depois levada para cada uma das comunidades espiritanas em Portugal

Calendário do jubileu

Até novembro do próximo ano, os espiritanos lançam diversas iniciativas para ajudar a viver o jubileu. Já no próximo mês, no dia 9 de outubro,  a LIAM organiza uma peregrinação a Santarém, o lugar onde foi fundada a primeira comunidade espiritana em Portugal.

Particular destaque para as Jornadas de Espiritualidade Missionária Espiritana, que vão decorrer em Fátima, nos dias 18 e 19 de março de 2017.

A festa patronal do Pentecostes, a 4 de junho, será celebrada com solenidade especial em Braga e no Seminário da Torre d’Aguilha.

No dia 1 de outubro de 2017, o Seminário da Torre d’Aguilha vai acolher um colóquio com o tema «Comunidade Espiritana em Portugal: Memória e Promessa - 150 anos».

O encerramento do jubileu vai ser feito nos magustos missionários que vão decorrer nos diversos centros de animação missionária, no dia 5 de novembro.

Para mais eventos e informações, pode consultar www.espiritanos.pt/150anos

Últimas

Missão em Agosto

P. Miguel Ribeiro e Inês Prata falam à Agência Ecclesia sobre as atividades de verão dos Jovens Sem...

Católicos, mesmo?

A verdadeira ‘aldeia global’ é-nos proposta por Deus sob a forma de “casa de oração”, pois é pela...

Férias culturais

No período de férias proponho um passeio cultural com a família à Villa Romana de Pisões, situada na...

Deus desconcertante

19º Domingo do Tempo Comum. É importante que, num tempo em que somos constantemente bombardeados por...

É proibido reclamar

Este foi um dos últimos pedidos do Papa Francisco quando iniciou as suas férias de verão.

Bem-vindos ao Planalto

Ouvi estas palavras há precisamente 20 anos. O planalto é o angolano. Zona fértil, que se eleva a...