“Acolher o Toque da Missão”

Paróquia de Alvite acolhe Encontro de preparação para o Projeto Ponte 2017

Por entre a natureza verde da Serra do Nave e com o sol a brilhar, o grupo Ponte 2017 reuniu-se mais uma vez para preparar este grande projeto. Assim, nos dias 7, 8 e 9 de abril fomos calorosamente recebidos pela paróquia de Alvite.

Sob o lema “Acolher o Toque da Missão” partiremos para a Calheta de São Miguel (Ilha de Santiago, em Cabo Verde) para viver a experiência missionária de partilhar a riqueza da fé da Igreja com o povo que nos irá acolher.

Como forma de preparação para a vivência em grupo e comunidade pudemos refletir acerca dos desafios presentes nas relações e interações missionárias entre diferentes contextos culturais e ainda sobre a capacidade de vivência pessoal com os outros.

Neste encontro iniciou-se também a identificação das áreas de atuação deste projeto, nomeadamente Pastoral Educativa, Pastoral Familiar, Pastoral Sócio Caritativa e Pastoral Juvenil. A partir daqui será colocar mãos à obra na preparação destas ações, adaptando-as à realidade de Cabo Verde. Houve ainda espaço para abordar a temática da Angariação de Fundos, enquanto fator fundamental para a sustentabilidade deste projeto.

Na tarde de sábado, o grupo vivenciou um momento descontraído de kayak, mas também de alguns desafios, remando em conjunto pelo rio Douro.

Não poderiam faltar os momentos de interação com a comunidade de Alvite, sendo que pudemos celebrar a eucaristia em conjunto com a comunidade e partilhar com os grupos JSF de Alvite e Leomil os princípios do projeto Ponte e motivações dos pontistas.

Muito temos a agradecer ao Padre Bráulio (pároco da paróquia de Alvite) e ao Padre Giroto pelo generoso acolhimento, bem como ao Centro Comunitário de Alvite, aos grupos de Jovens Sem Fronteiras de Alvite e Leomil e ao JSF Anthony Nascimento, que dinamizou o tema de domingo de manhã! Obrigada por ajudarem a que o Sol nascesse para todos neste encontro!

Projeto Ponte: projeto organizado pelos Jovens Sem Fronteiras em parceria com a ONGD Sol sem Fronteiras e com os Missionários do Espírito Santo todos os anos durante o mês de agosto nos PALOP ou no Brasil, com o objetivo de criar “pontes” entre os jovens lusófonos.

Últimas

Sabor a injustiça?

Como é que podemos trocar o sabor a injustiça pelo sabor e cheiro a misericórdia?

O (mais) perfeito dom

Jesus fala-nos do ‘perdão do coração’. Esse é que é o perdão por excelência, o dom perfeito. É na...

Bispo simples e próximo

A Família Espiritana une-se à Diocese do Porto e à família do D. António Santos, que partiu, esta...

Outra vez o jumento?!

"É tempo de férias, estar com a família e descansar, que seja também tempo para louvar e agradecer,...

Vidas alheias?

Passar do alheamento reinante a uma atitude de atenção, de proximidade, de solidariedade e de...