A verdade da planície

Precisamos de informação enquanto percorremos a planície, mas ainda mais de um sábio de Zaad que da informação nos conduza até à verdade.

Não é do meu tempo nem da minha geografia. Mas cheguei lá pela pena de Khalil Gibran, que por lá passou a caminho de Zaad, ou dos factos se informou. Depois de atravessar a grande planície, o viajante encontrou um morador da aldeia vizinha e perguntou-lhe se não tinha sido ali, naquela vasta planície, onde se dera a batalha do rei Ahlam. “Oh ignorância”, respondeu-lhe, “ali nunca se travaram batalhas, ali ergueu-se em tempos recuados a grande cidade de Zaad”.

Um pouco mais adiante, encontrando outro morador, perguntou-lhe: Então foi ali, naquela grande planície, que esteve em tempos recuados a cidade de Zaad? “Ali??!! Nunca houve nenhuma cidade ali, nem em temos recuados nem em tempos aproximados”, esclareceu o morador, “só um mosteiro que depois foi destruído”.

Prosseguindo a viagem, o viajante encontrou ainda um terceiro habitante, junto de quem se informou: É verdade que ali existiu, noutros tempos, um mosteiro? A pergunta surpreendeu o habitante, que esclareceu o viajante: “nunca houve nenhum mosteiro; naquela grande planície caiu em tempos um meteorito, como contam os antigos”.

Mais confuso que cansado, o viajante chegou à aldeia e aconselhou-se com um velho que também era sábio, para saber afinal porque cada um dos informadores negara o que outro dissera. O sábio, que também era velho, explicou: “cada um deles disse o que aconteceu. Mas poucos são capazes de somar factos diferentes e deles fazer uma verdade.”

Assim é. Precisamos de informação enquanto percorremos a planície, mas ainda mais de um sábio de Zaad que da informação nos conduza até à verdade.

Últimas

O pão da esperança

29º Domingo do Tempo Comum. O Dia Mundial das Missões que hoje celebramos é ocasião propícia para...

Nossa Senhora do Caminho

Foi pelas pantufas da Irmã Lúcia que cheguei às chuteiras do Nuno Gomes. Mas o que é que uma coisa...

Educar na fé

20. A história do Beato Daniel Brottier, contada pelo P. Agostinho Tavares.

O banquete

O nosso jeito de celebrar os acontecimentos mais importantes da nossa vida pessoal, familiar e...

Outubro missionário

A mensagem do Santo Padre para o Dia Mundial das Missões tem como tema “A Missão no coração da fé...

Com Maria, Missão de Paz

Este Guião Missionário vai pôr o nosso coração a bater ao ritmo do coração da Deus e da Igreja que o...