1 verão, 3 projetos, centenas de voluntários

Guiné-Bissau, Kalandula, em Angola, e Munhino, também em Angola, são os palcos dos projetos de voluntariado internacional.

Números são números e a Solsef, em parceria com os Espiritanos, JSF, LIAM, MOMIP, Agrupamento de Escolas de Peniche, Agrupamento de Escolas D. Luís de Ataíde, Agrupamento de Escolas de Atouguia da Baleia e Escola Secundária de Peniche,  não tem 1, não tem 2, mas sim 3 projetos de voluntariado internacional… e os dedos das mãos (e dos pés) não chegam para contar os voluntários que neles participam! Guiné-Bissau, Kalandula, em Angola, e Munhino, também em Angola, são os palcos dos projetos de voluntariado internacional.

Em Cuntum Madina, na Guiné-Bissau, o projeto “Coração na Guiné-Bissau” reúne professores, alunos e antigos alunos da Escola Secundária de Peniche com o objetivo de facultar o desenvolvimento multicultural e profissional através de uma convivência missionária entre um grupo de 6 voluntárias de Peniche, 1 representante da Solsef e 150 voluntários vinculados à Missão de Santa Mãe de Deus, de Cuntum Madina. Estes voluntários irão dedicar-se ao ensino de línguas e reforço escolar, ao apoio ao Ambulatório da missão, a formações de cidadania, cristã e religiosa e à dinamização de hortas pedagógicas.

Atravessando o continente africano até à costa atlântica é possível encontrar, no mês de agosto, o projeto Ponte 2016 “Construir pontes de misericórdia”, em Kalandula. Deste projeto fazem parte 12 voluntários do movimento Jovens Sem Fronteiras, provenientes de todo o país. Estes jovens voluntários irão trabalhar de acordo com as suas aptidões e áreas de formação, dando formações aos professores da escola da Missão, apoio no Centro Hospitalar da vila de Kalandula, formações de cidadania e formação cristã e religiosa aos jovens da paróquia.

Abraçar a Missão” é o que pretendem também fazer 15 elementos do Movimento Missionário de Professores (MOMIP) e da Liga Intensificadora da Ação Missionária (LIAM) na missão do Munhino, em Angola. A estes voluntários juntam-se ainda 150 pessoas residentes em Lubango, onde é a Missão do Munhino, para dar formação aos professores da escola da Missão, prestar apoio ao Posto de Saúde, consolidar a horta comunitária, dar formação de cidadania e capacitar líderes na vertente social.

Últimas

O pão da esperança

29º Domingo do Tempo Comum. O Dia Mundial das Missões que hoje celebramos é ocasião propícia para...

Nossa Senhora do Caminho

Foi pelas pantufas da Irmã Lúcia que cheguei às chuteiras do Nuno Gomes. Mas o que é que uma coisa...

Educar na fé

20. A história do Beato Daniel Brottier, contada pelo P. Agostinho Tavares.

O banquete

O nosso jeito de celebrar os acontecimentos mais importantes da nossa vida pessoal, familiar e...

Outubro missionário

A mensagem do Santo Padre para o Dia Mundial das Missões tem como tema “A Missão no coração da fé...

Com Maria, Missão de Paz

Este Guião Missionário vai pôr o nosso coração a bater ao ritmo do coração da Deus e da Igreja que o...